Um blog sobre qualquer coisa que valha a pena escrever.

Posts marcados ‘Festin’

7º Festin – 2º dia


Crédito

O 2º e último dia do 7º Festin (Festival Universitário de Propaganda do Interior) não foi tão bom como o 1º, mas teve uma palestra do Marcelo Teixeira, gestor de captação de recursos para projetos de responsabilidade social, que vale destacar.

Marcelo falou da importância de se conhecer muito bem os conceitos de responsabilidade social e, assim, evitar micos que acabam com a credibilidade em reuniões e apresentações. Ele também contou que hoje as empresas querem tanto se tornar socialmente responsáveis que o negócio de dar treinamento em marketing social se tornou um dos mais lucrativos.

Marcelo ainda deu algumas dicas para a criação e a comunicação de ações de responsabilidade social:

  • as melhores ações são as que têm a ver com o segmento da empresa
  • nos anúncios sempre usar personagens reais, ao invés de modelos
  • nos anúncios, dar números que demonstrem o monitoramento e a avaliação da ação

Sobre o concurso de criação de campanhas, que esse ano teve o tema “Bebida e direção”, eu achei que a peça que ficou em primeiro lugar era muito boa mesmo, mas que a que ficou em terceiro era muito melhor do que a que ficou em segundo. Assim que a APP colocar essas peças no ar, eu posto aqui, combinado?

Só para terminar, eu queria dar os parabéns para a APP Ribeirão pela organização do evento e pelo nível das palestras, mas também sugerir que no ano que vem o processo de inscrição permita o pagamento por boleto bancário, que é muito mais prático do que o depósito.

7º Festin – 1º dia

Apesar de algumas dificuldades para conseguir informações e se inscrever, o 7º Festin (Festival Universitário de Propaganda do Interior), teve palestras muito boas no seu 1º dia.


Crédito

Eu queria destacar a palestra de abertura, dada por Eco Moliterno, VP de criação online da Wunderman para a América Latina. Com o tema “O potencial da Internet”, ela mostrou através de vários cases que a Internet já vem há algum tempo desempenhando um papel cada vez maior nos planos de mídia de empresas de diferentes segmentos e tamanhos, e que o que limita um pouco o desenvolvimento desse papel no Brasil é o fato da banda larga ainda não estar muito difundida no país.

Eco também falou da importância de não se criar uma sobreposição de mídias ao usar a Internet. Em outras palavras, não dá muito retorno criar um site só para divulgar o mesmo comercial que as pessoas viram na TV ou o mesmo spot que elas ouviram no rádio. Muito mais interessante é disponibilizar no site conteúdos que complementem as outras mídias, como, por exemplo, jogos e making ofs.

Além disso, Eco ainda lembrou que um viral não precisa ser necessariamente um vídeo, pode ser uma foto, um texto ou qualquer coisa que as pessoas achem tão legal que queiram compartilhar com seus amigos e que um fator que contribui muito para o sucesso de um viral é a verossimilhança.

Eu achei que nessa palestra o Eco ficou muito restrito aos virais. Ele também podia ter falado de outras ferramentas de web 2.0 muito usadas pelo publicidade hoje: blogs, fotologs, twitter, redes sociais, wikis etc, mas mesmo assim foi muito bom.

E amanhã tem mais! Assim que der eu posto aqui. Bom fim de fim de semana!

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: