Um blog sobre qualquer coisa que valha a pena escrever.

Posts marcados ‘Literatura’

Agatha Christie – E não sobrou nenhum (O caso dos dez negrinhos)

Hoje, ao terminar de ler “E não sobrou nenhum“, anteriormente publicado como “O caso dos dez negrinhos”, de Agatha Christie, tive uma sensação mista de pena e alegria. Pena por ter demorado tanto para ler alguma coisa de uma das escritoras mais lidas do mundo. Alegria por saber que esse é apenas um de muitos livros que a autora escreveu.

“E não sobrou nenhum” é daqueles suspenses policiais clássicos: um serial killer está a solta e não se consegue parar de ler até descobrir quem ele é, porque faz o que faz e como faz isso. Simples assim. Sem as firulas que tanto lemos nos suspenses de hoje e que não servem para nada.

E o mais legal é que somos “enganados” até os “45 do segundo tempo”, levados a pensar uma coisa quando o que acontece, na verdade, é outra. Bom suspense para mim é assim. Por isso, é leitura recomendadíssima para quem está, como eu, de férias.

Para finalizar, não posso deixar de comentar sobre a grande semelhança entre “E não sobrou nenhum” e Dexter. Muito provavelmente, Jeff Lindsay, autor do livro que deu origem à série de TV,também é um grande fã de Agatha Christie.

Ingrid Betancourt – Não há silêncio que não termine

Ontem terminei de ler “Não há silêncio que não termine – Meus anos de cativeiro na selva colombiana” da ex-senadora e candidata à presidência da Colômbia, Ingrid Betancourt.

É um livro que recomendo para quem gosta de histórias de superação, assim como recomendei “Milagre nos Andes –  72 dias na montanha e minha longa volta para casa” . Acredito que essas histórias nos inspiram e ajudam a sempre ir além dos limites que acreditamos ter.

Há dois pontos que gostaria de destacar no livro:

  • A incrível capacidade de “fabricar” esperança que cada ser humano pode ter dentro de si mesmo em situações absolutamente inimagináveis como passar sete anos no meio da selva colombiana comendo, literalmente, o pão que o diabo amassou
  • Sartre tinha razão. Em situações extremas, as pessoas se transformam em animais selvagens, preocupadas apenas com o próprio umbigo.

Clique aqui para ler uma matéria sobre a libertação de Ingrid Betancourt na Veja e assista às duas partes da entrevista dela no Jô logo abaixo:

Veja Meus Livros

A Veja está lançando, neste sábado, um aplicativo muito legal para quem, como eu, adora livros. Chamada de Veja Meus Livros, a ferramenta funciona, por enquanto, somente no Orkut, mas será expandida, no futuro, também para o Facebook.

Através dela, os participantes podem compartilhar suas bibliotecas virtuais, listando os livros que já leram, os que estão lendo e os que pretendem ler. Ainda há a opção de escrever resenhas e comentários sobre cada livro.

Um diferencial interessante do aplicativo é que, ao contrário de O Livreiro, onde é necessário criar toda uma nova rede de amigos, Veja Meus Livros permite utilizar a rede já existente no Orkut, maior site de relacionamento do país, com 27 milhões de usuários.

Para acessar, basta adicionar o aplicativo ao seu perfil clicando aqui.

Via.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/felipemendes87

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: