Um blog sobre qualquer coisa que valha a pena escrever.

Posts marcados ‘Lula’

Guia prático da nova ortografia

Segunda-feira (29) o presidente Lula sancionou a reforma ortográfica da língua portuguesa. Ela tem como objetivo unificar a escrita nos 8 países que falam português (Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe, Timor Leste, Brasil e Portugal) e começa a valer a partir de 1º de janeiro de 2009 (até 31 de dezembro de 2012 a ortografia antiga continua sendo aceita).

Eu sinceramente acho essa reforma inútil. Para que unificar a escrita se do jeito que ela é hoje nós e os portugueses conseguimos ler Saramago e Paulo Coelho numa boa? Deve ser para complicar ainda mais o que já é complicado.

Mas no final das contas a gente acaba não tendo outra opção a não ser reaprender. No começo acho que vai ser meio difícil, mas com o tempo e muita leitura a nova ortografia vai se tornar tão natural como é a atual. Para dar uma ajuda nesse processo a Editora Melhoramentos disponibilizou o “Guia Prático da Nova Ortografia”. Clique aqui para acessar.

Via.

Me siga no Twitter: http://twitter.com/felipemendes87

Anúncios

Sou contra a volta da CPMF

Ainda mais impressionante que a falta de respeito pela democracia desse governo é o fato de que muitos dos que hoje fazem parte dele são exatamente os mesmos que lutaram tanto pelo fim da ditadura nas Diretas Já.

Menos de 6 meses depois da voz do povo ter sido ouvida e do Senado ter derrubado a prorrogação da CPMF, o governo quer ressuscitar esse imposto, chamando-o agora de Contribuição Social para a Saúde. Já aprovada na Câmara (clique aqui para ver como seu deputado votou) e agora em votação no Senado (clique aqui para mandar um e-mail pressionando os senadores), a CSS vai ser um imposto (mais um!) permanente, cujos recursos vão ser destinados exclusivamente para a saúde (me engana que eu gosto!) e que vai taxar em 0,1% todas as movimentações financeiras de quem ganha mais que R$ 3080 por mês. Só que quem ganha menos do que isso é exatamente quem mais vai ser prejudicado, porque como os impostos são repassados para o consumidor final, ao comprar um pãozinho, por exemplo, quem ganha um salário mínimo paga o mesmo que quem ganha 10.

Outro dado curioso é que, mesmo depois de 10 anos de CPMF, a saúde no Brasil continua na UTI. Isso confirma um estudo recente do Banco Mundial no qual fica claro que o maior desafio do sistema único de saúde do Brasil não é a quantidade de dinheiro gasto e sim a falta de eficiência. Ela, inclusive, disputa com o tamanho dos gastos públicos o título de maior responsável pela fome de impostos do governo.

O Brasil já é o país em desenvolvimento com a maior arrecadação tributária do mundo (38,90% do PIB no 1º trimestre de 2008). Se você se recusa a pagar mais um imposto, assine o abaixo assinado clicando aqui. Peça também para outras pessoas assinarem. O Brasil agradece!

Agora eu também estou no Twitter. Me siga! http://twitter.com/felipemendes87

Nuvem de tags

%d blogueiros gostam disto: